POPULAÇÃO DE BAIXA GRANDE RECLAMA DA SECRETÁRIA DE ASSISTENTE SOCIAL.


O SITE COISAS DO JACUÍPE E INFORMADO PELO ENSEJO DA POPULAÇÃO E  INFORMA ...

QUE OS BENEFICIÁRIOS DE PROGRAMAS SOCIAIS RECLAMA DA SECRETÁRIA DE ASSISTENTE SOCIAL.

Durante os sete meses de Gestão Municipal, a população vem sofrendo com a ausência de informações referente ao Programa Bolsa Família, nesse mesmo sentido, em razão dessa inércia de informações, a sociedade local tem sido prejudicada em face de não ter conhecimentos de novos programas sociais implementado pelo governo federal, e aderido pelo município de Baixa Grande, a exemplo do projeto que tem vinculo com  PBF: Criança Feliz.

Foi apurado por meio de alguns beneficiários do Programa Bolsa Família no município de Baixa Grande, que esse fator, em conjunto com o péssimo atendimento prestado na Secretaria de Assistência social tem prejudicado e causado transtornos a beneficiários do programa.

Outro fator que tem gerado desconforto é a ausência de divulgação da folha de pagamento, o que tem resultado em diversas dúvidas no seus beneficiários sobre a permanência no referido programa.

A critica da omissão dessa Secretaria, se estende ao  "Criança Feliz", que e vinculado ao Bolsa Família,  e foi implementado pelo Governo Federal, e aderido pelo município, mas ainda pouco se sabe deste, como funciona, quem pode ser beneficiado, e quais os requisitos.

A população local, vem a público solicitar esclarecimentos da atual Secretaria de Assistência Social, por quais motivos, as informações não foram prestadas ao público.

Uma observação importante: a Secretaria de Assistência Social, é a que vem recebendo mais críticas do atual governo, o próprio grupo não esta satisfeito com quem esta a frente dessa secretaria de Assistência social, porém o prefeito ainda banca a permanência, não se sabe até quando.

Aguardamos Posicionamento da Secretária de Assistente social e do Governo municipal.
A baixo contem informações sobre o Cadastro único, já que quem tem competência não faz, nos fazemos.
Conheça um pouco sobre o Cadastro Único
O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais.
No Município, o total de famílias inscritas no Cadastro Único em junho de 2017 era de 5.224 dentre as quais:
• 3.238 com renda per capita familiar de até R$ 85,00;
• 313 com renda per capita familiar entre R$ 85,01 e R$ 170,00;
• 747 com renda per capita familiar entre R$ 170,01 e meio salário mínimo;
• 926 com renda per capita acima de meio salário mínimo.
• O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. O PBF beneficiou, no mês de julho de 2017, 2.997 famílias, representando uma cobertura de 93,6 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$ 180,53 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 541.040,00 no mês.
• Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de março de 2017, atingiu o percentual de 79,6%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 2.231 alunos acompanhados em relação ao público no perfil equivalente a 2.803. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 39,1%, resultando em 211 jovens acompanhados de um total de 540.
• Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro de 2016, atingiu 81,9 %, percentual equivale a 2.183 famílias de um total de 2.667 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.

• Acesse o Link e conheça toda estrutura do programa em Baixa Grande.
• https://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/ri/relatorios/mds/index.php

 

 
O que é a Incompetência
 
Segundo dicionários da língua portuguesa, a palavra "Incompetência" pode ser classificada como imperícia, inabilidade, inaptidão, incapacidade, inexperiência e até mesmo como falta de competência ou de jurisdição. Provavelmente existam mais sinônimos para essa mesma palavra de 13 letras e 6 sílabas.

 

Informações Adicionais